Página inicial
Notícias

Notícias

Técnicos da Sabesp e Sanasa elogiam ETE Rio Preto

Divulgação
Com capacidade para tratar 1,6 mil litros por segundo, a ETE devolve ao rio Preto água com 98% de pureza
A ETE - Estação de Tratamento de Esgoto de São José do Rio Preto é referência nacional e internacional, desde que entrou em operação, em setembro de 2010. A estação recebe visitas de técnicos de várias empresas de saneamento instaladas no País, que são unânimes em elogiar sua eficiência. Nesta semana estiveram conhecendo a unidade rio-pretense profissionais da Sabesp –Companhia de Saneamento Básico de São Paulo e da Sanasa - Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A, de Campinas.
 
Com capacidade para tratar 1,6 mil litros por segundo, a Estação devolve ao rio Preto água com 98% de pureza. Para chegar a este percentual, todas as etapas do tratamento têm de ser eficientes. Para isso, além de tecnologia, a ETE conta com uma equipe de profissionais altamente qualificada.
 
Sabesp
Na comitiva da Sabesp estavam os técnicos que serão responsáveis pela Unidade de Campo Limpo Paulista, Marcelo Beccari, encarregado de Produção; André Sotero, gerente de Divisão; Marcos Uyehara, gerente de Setor Técnico, e Alexandre Angela, gerente Administrativo. O grupo foi acompanhada pelo coordenador da ETE Rio Preto, Giovanni Rocha Martins, e pelo assessor de Gestão Ambiental do SeMAE, Waldo Villani. 
 
“Temos indicações ótimas da ETE Rio Preto, por isso viemos conhecer o funcionamento operacional para poder colocar em prática na nossa cidade”, explica Marcelo Beccari.
 
A ETE Campo Limpo Paulista, projetada para atender 190 mil habitantes, será construída em dois módulos. O primeiro tem previsão de ser inaugurado em dezembro deste ano e o segundo em abril de 2013.
 
“Além da tecnologia, da ampla área em que está instalada a ETE Rio Preto e da eficiência no tratamento, ficamos impressionados com a interação da equipe e a paixão que eles têm pelo que fazem”, completou André Sotero.
 
Sanasa
Pela Sanasa estiveram em Rio Preto o coordenador de Tratamento de Esgoto, Uildson Carlos Alberto de Oliveira, e o engenheiro Ambiental da ETE Piçarrão, Bruno Marcos Silveira. Os técnicos conheceram todos os setores da Estação e ficaram impressionados com a infraestrutura e a tecnologia utilizada.
 
A Sanasa possui 28 Estações de Tratamento de Esgoto e usa um sistema similar ao da ETE – Rio Preto. Os técnicos vieram até Rio Preto discutir e trocar informações com o objetivo de realizarem melhorias necessárias em suas unidades.
 
Em reunião com o engenheiro sanitarista da ETE – Rio Preto, Gustavo Borghi, os técnicos receberam explicações sobre o processo utilizado pelo SeMAE no tratamento do esgoto, trocaram informações e também fizeram comparações entre os sistemas usados pelas Estações de Rio Preto e Campinas.
 
“Ficamos impressionados com o funcionamento e com a tecnologia usada na ETE- Rio Preto.  O que conhecemos aqui vai nos ajudar a realizarmos melhorias em nossas Estações”, disse Uildson Oliveira.
 
Após a reunião, os dois técnicos foram conhecer a Central de Controle de Operações, o laboratório de microbiologia e os reservatórios de tratamento, onde tiveram acesso às informações técnicas sobre o funcionamento dos equipamentos usados em todos os setores da ETE – Rio Preto.
 
“O investimento em tecnologia e melhorias feito na ETE – Rio Preto só mostra o reconhecimento dado aos profissionais que atuam na Estação e isso pode ser observado no funcionamento exemplar de cada setor”, comentou o engenheiro Bruno Silveira.
 
Assessoria de Comunicação SeMAE
 
 
Sumário Executivo
  Título Técnicos da Sabesp e Sanasa elogiam ETE Rio Preto
  Órgão Responsável Secretaria de Comunicação Social
  Data de Publicação 27/07/2012