Programação do FIT Rio Preto 2018 é lançada

23 obras vão ocupar 16 locais diferentes com mais de 50 apresentações em dez dias de festival; ponto de encontro Graneleiro terá 30 atrações

20 de junho de 2018

A programação da 18ª edição do Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, o FIT Rio Preto, foi lançada na manhã de hoje, 20, para imprensa e convidados no Sesc Rio Preto. O Festival que começou amador, tornou-se profissional, competitivo, nacional e internacional completa, em 2018, 49 anos de história. Rumo ao cinquentenário e na contramão da normatividade, o FIT Rio Preto reafirma, nesta edição, o seu propósito de promover um encontro entre artistas e público.

Dentre os objetivos do FIT Rio Preto estão exercitar a palavra, interpretar o silêncio, excitar a reflexão e a imaginação e pensar novos mundos em um momento de incertezas. Durante a apresentação do vídeo com a programação do festival, um trecho resume o espírito desta edição: “…em julho, mais uma vez, resistimos. Em julho, mais uma vez, Rio Preto está artista”.

Realizado pela Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto e pelo Sesc São Paulo, o FIT Rio Preto apresenta espetáculos nacionais e internacionais de vários gêneros e formatos, ações formativas e um ponto de encontro com intervenções e performances que unem diversas linguagens. Neste ano, o festival acontece de 5 a 14 de julho e traz 23 obras que vão ocupar 16 locais da cidade, em mais de 50 apresentações.

Durante o lançamento da programação, o Superintendente de Comunicação Social do Sesc, Ivan Paulo Giannini , representando o diretor regional do Sesc em São Paulo, Danilo Santos de Miranda falou da complexidade de realização de um evento do porte do FIT e da força e resistência que representa um festival que está chegando aos seus 50 anos de história, propondo abordar questões fora da normatividade, assuntos contemporâneos. “É muito representativo o FIT trazer em sua programação, num momento em que se coloca no mundo todo a discussão da democracia, dos direitos civis, da aceitação do outro quanto a raça, etnia, gênero, etc, os temas que serão abordados este ano. Nada melhor que a arte para nos ajudar a refletir sobre tudo isso. O FIT é um festival complexo e completo. A expectativa é atingir de 30 a 50 mil pessoas”, discursou Giannini.

O prefeito Edinho comemorou mais uma edição do FIT, a décima sob sua administração, agradecendo a parceria do Sesc, segundo ele, fundamental sob todos os aspectos para a realização do Festival. “O FIT é um trabalho coletivo. Para a realização de um festival grandioso, é muito bom para a cidade e região unir as instituições – Sesc e Prefeitura e os seus respectivos valores para construir um evento cultural dessa importância. A cidade tem essa vocação da arte, temos muitos artistas, muitos grupos e companhias e tivemos mais de 600 inscrições nacionais e internacionais, o que mostra a importância do festival, o sucesso do evento que é um dos mais maiores do país”, enfatizou o prefeito de Rio Preto.

Programação

Em dez dias de festival, o público vai conferir uma amostra da atual produção artística nacional e internacional, em espetáculos que emergem as urgentes indagações político-sociais que arrebatam o Brasil e o mundo. Guanabara Canibal (Aquela Cia. de Teatro), Isto é Um Negro? (CHAI-NA) e O Ânus Solar (Maikon K) são exemplos de trabalhos presentes nesta edição e que perpassam temáticas latentes como violência, racismo e repressão.

Para além da produção do eixo Rio-São Paulo, também integram a programação do Festival companhias do Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia, apresentando resultados de diferentes pesquisas e realidades de produção. Argentina, Finlândia e França compõem o programa internacional com obras que transitam nas áreas do teatro físico, de manipulação de objetos e da performance. Criada em 2017, a categoria Cena Rio Preto se mantém no FIT como fomentadora da produção teatral local.

Abertura

A maratona teatral tem início no dia 5 de julho, quinta-feira, às 19h30, no Anfiteatro Nelson Castro (Represa Municipal), com o espetáculo Luiz Lua Gonzaga, do grupo Magiluth – um dos mais importantes da cena teatral pernambucana e apontado pela crítica especializada como um dos grandes grupos jovens do País. Repleta de elementos típicos da cultura nordestina, a montagem, que faz uma homenagem ao rei do baião, é quase um musical mergulhado na linguagem popular. Apesar de não ser uma peça sobre Luiz Gonzaga, o cantor e compositor ganha tributos especiais e músicas suas, como Asa Branca, Pense n’eu, Assum Preto, Último Pau de Arara, são executadas ao vivo por um trio de pé de serra.

A programação completa do FIT Rio Preto estará disponível no site fitriopreto.com.br. A venda de ingressos começa no dia 22, às 16h, pelo site do festival. No mesmo dia, a partir das 18h, também será possível comprar ingressos em todas as bilheterias das unidades do Sesc São Paulo. Josy de Sá

 

FIT Rio Preto – Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto

5 a 14 de julho de 2018. São José do Rio Preto – SP / Brasil

Saiba mais e compre ingressos: fitriopreto.com.br

Realização: Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto e Sesc São Paulo