Faxina Urbana já recolheu 15 mil toneladas de lixo

Equipes vão recolher lixo e entulho além de cortar mato nas vias públicas

15 de maio de 2018

O prefeito Edinho Araújo assinou na última segunda-feira, dia 14, contrato para o serviço de faxina urbana, no valor de R$ 11.139.600 a ser executado ao longo dos próximos doze meses. Esse contrato substitui o emergencial de R$ 6,3 milhões assinado em janeiro e que resultou no recolhimento de 15 mil toneladas de lixo e entulho em todas as regiões da cidade nos últimos quatro meses.

Tratores trabalham na limpeza de áreas públicas de Rio Preto

Tratores trabalham na limpeza de áreas públicas de Rio Preto

A faxina urbana é realizada por uma empresa contratada, mas é coordenada pela secretaria de Serviços Gerais que vai continuar trabalhando com as mesmas equipes: São 12 caminhões caçamba, dois para carga seca, quatro tratores de roçada, 12 roçadeiras costais e 32 funcionários da secretaria para trabalhar na faxina de toda a cidade”, disse o secretário de Serviços Gerais, Ulisses Ramalho.

O prefeito Edinho Araújo destacou que, a partir de agora, outra vertente de atuação da faxina urbana – que envolve as secretarias de Serviços Gerais, Meio Ambiente e Saúde – será a reorganização e ampliação dos pontos de apoio. “No início dessa gestão encontramos os 15 pontos de apoio praticamente abandonados. Agora estamos reativando e adequando esses pontos de apoio. São necessários mais cinco ou seis pontos para atender o crescimento da cidade. Estamos estudando a melhor localização para eles”, afirma o prefeito.

Segundo o secretário Ulisses Ramalho, as equipes já estão desde cedo nas ruas e avenidas fazendo a limpeza. Ele ressaltou a importância da ajuda da população nessa luta para manter a cidade limpa. “Só este ano os fiscais da secretaria de serviços gerais já emitiram 10 autos de infração: 2 (dois) baseados na Lei 504/16 – onde os valores são variáveis pois depende da quantidade de lixo depositada irregularmente e outras 8 (oito) multas pela Lei 8973/03 cada uma com valor referente a 10 UFMs, hoje R$ 555,70. Vamos fazer uma força tarefa e intensificar a fiscalização e, no caso de flagrante de descarte irregular, multar esses sujões”, completa Ulisses Ramalho.

Limpeza dos Canais nas Avenidas

A prefeitura realiza também limpeza dos canais nas avenidas da cidade. O trabalho começou pela avenida José Munia, por onde em toda a sua extensão passa o córrego Canela.

De acordo com a secretaria de Serviços Gerais esse é um serviço mais trabalhoso onde os tratores cortam o mato às margens do canal, ao longo de todo o córrego, e posteriormente os funcionários retiram os galhos e resíduos verdes transportando para área autorizada onde será triturado e transformado em compostagem

Marisa Amorim