Conselho do Idoso e Semas iniciam preparativos da Conferência do Idoso

Reunião teve participação de 2 regiões da cidade e de entidades sociais

10 de outubro de 2018

A Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas) e do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI), promoveu nesta quarta-feira, 10, o primeiro de quatro encontros preparatórios para a 4ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDI), que será realizada no dia 23 de novembro, na Swift.

Foi um momento de muita utilidade. Os idosos expuseram suas dificuldades e problemas na reunião do Lar de Betânia, das 14h30 às 16horas, na presença da secretária Maria Silvia Fernandes Bastos e do presidente do Conselho, Antônio Caldeira, com grande público interessado em apresentar sugestões.

“Queremos ouvi-los para planejar uma cidade melhor para os idosos. As ideias seguem para a 4ª Conferência, que é um momento de construção de políticas para o idoso. Estamos tendo aqui uma ótima discussão de planejamento,” disse a secretária Silvia.

Além dos idosos assistidos pelo Lar de Betânia (são 41) estavam presentes a equipe dos CRAS, representantes do Lar São Vicente de Paulo e de Engenheiro Schmitt, integrantes do CMDI, representantes das secretarias de Educação, Saúde e moradores das regiões HB e Cidade da Criança.

Anísio Aurélio Ferreira, conselheiro e coordenador do Jardim Gabriela, levou o Estatuto do Idoso e com base nessa lei pediu atendimento preferencial nos postos de saúde. “Acho que o idoso não está sendo respeitado nos postos de saúde. Se tem preferencial em bancos, comércio, por que não nas UBS?”, disse, sendo muito aplaudido.

Entre as prioridades levantadas, estão:
– o Centro de Convivência do Idoso (CCI) não tem capacidade física suficiente;
– conscientização dos idosos sobre seus direitos;
– preferência no atendimento em postos de saúde;
– cumprimento integral do Estatuto do Idoso;
– troca de experiências e capacitação entre idosos;
– aprendizado continuado dos idosos;
– melhorar atendimento nos postos de saúde;
– priorização dos exames médicos;
– priorização e conscientização no uso do serviço odontológico;
– melhorar organização das UBS;
– conservação de calçadas, muitas quebradas e com raízes de árvore, favorecendo quedas;
– respeito aos lugares reservados ao idoso, principalmente nos ônibus;
– melhorar a altura dos degraus dos ônibus, que é penosa para os idosos;
– reconhecimento e capacitação das políticas sociais;
– reconhecimento das demandas feitas pelos idosos.

O próximo encontro será no dia 17, das 14h às 16 horas, no Lar de Idosos de Schmitt.